Beiramar Shopping celebra dia internacional da mulher reforçando o desenvolvimento de carreira

A presença da mulher no mercado de trabalho vem numa crescente, segundo dados do IPEA – Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada e a projeção e de uma elevação ainda maior até 2030. E mais, quando falamos em empreendedorismo, esse mercado se acentua ainda mais. Segundo dados Sebrae e da Pesquisa Global Entrepreneurship Monitor 2020 (GEM), o Brasil é o sétimo país com o maior número de mulheres empreendedoras no mundo. Dos 52 milhões de empreendedores no país, 30 milhões (48%) são mulheres. Seja na administração ou nas lojas, o Beiramar Shopping conta com uma forte presença feminina. Conversamos com três personagens que neste 08 de março, dia internacional da mulher nos apresentam sua visão de mercado de trabalho.

A empresária Ceres Ribeiro, que atualmente é a presidente da Associação dos Lojistas do Beiramar Shopping, iniciou no mercado de trabalho desde muito nova. “Depois de uma experiência no exterior e logo que me mudei pra Florianópolis, comecei a trabalhar no Beiramar Shopping, fazendo a parte de captação de clientes, e de RP de uma das principais joalherias do shopping. Nisso, eu percebi a necessidade nítida quando as pessoas passavam pela joalheria e perguntavam sobre os serviços de joalheria e relojoaria. Isso eu escutava duas, três, 10, 20 vezes ao dia e percebi que essa necessidade não era suprida. Foi quando decidi ousar e abri o meu primeiro negócio, a Atenas Joias, que tem como foco a prestação de serviços nas áreas de relojoaria e joalheria. A partir desse momento percebi que precisava ter uma estrutura mais forte. Acabei me envolvendo com todo processo, mas ainda assim era muito frágil meu conhecimento. Foi então que decidi cursar Administração de Empresas, com 30 anos, e foi um curso que me trouxe bastante alegria, pois sempre gostei de estudar e foi um resgate da vida acadêmica. O curso me deu base para dar continuidade ao negócio e fazer com que ele prosperasse”, explica.

Jamine Theodoro também é empresária e há quase 13 anos atua no comércio. “Na Scala, neste período, sempre atendemos de uma forma convencional. Somos uma franquia e nossas redes sociais não tinham muito engajamento, não tinha muito retorno, mas com a chegada da pandemia, tivemos que nos reinventar, reaprender a fazer as coisas. Então, resolvi me desenvolver nas redes sociais e comecei a estudar muito sobre persona, sobre marketing digital, e a gente começou a trabalhar muito forte no ambiente digital, representando a marca perante as pessoas. Em dois anos tivemos um crescimento de 200% no nosso Instagram e as vendas praticamente saíram do zero para 100 pelas redes sociais”, comenta.

A superação é um dos ingredientes que todas enfrentam no mercado de trabalho. “Eu era uma empreendedora convencional e do dia para a noite tive que me reinventar e aprender a trabalhar com as redes sociais, que eu julgava ser apenas uma coisa de blogueira. Tive que me transformar em blogueira e trazer meu rosto, minha personalidade, dar minha cara para o negócio e isso foi transformador, porque as coisas aconteceram de uma forma que a gente não imaginava, com um grande crescimento. A gente precisa se reinventar sempre”, completa Jamine.

“Creio que a mulher tem cada vez mais espaço, mais força, porque a mulher, de uma forma geral, é mais dedicada. A mulher, por si só, tem um empenho maior naquilo que se propõe a fazer. O mundo só não é das mulheres, porque a mulher não tem ambição pelo poder. Mas o mundo já é nosso na verdade né. A gente domina em vários aspectos, inclusive, com bastante sabedoria e usando também o lado emocional de forma a criar empresas mais humanas, que sejam talvez um modelo do século 21, um modelo de administração participativa, uma administração mais humanizada, e a mulher trouxe isso para o mundo empresarial”, completa Ceres.

E, no ambiente corporativo, as transformações são cada vez mais latentes. Érica Gonçalves é um exemplo. Atualmente ela atua como assistente de marketing do Beiramar Shopping, fazendo a gestão do ambiente digital e também operacional do departamento. Mas nem sempre foi assim. “Eu comecei a trabalhar muito cedo, com atendimento ao público no Beiramar Shopping. No início era tudo muito novo, não sabia como lidar com a expectativa das pessoas, mas tentava atender a todos de uma forma prestativa, sempre pensando em como eu gostaria de ser atendida se eu procurasse alguém no balcão de informações. Aos poucos também fui conhecendo o empreendimento, as pessoas que aqui trabalhavam, procurando transmitir alguma informação útil e as vezes até ajudando a resolver problemas que jamais imaginava poder resolver. Com o tempo, fui ganhando autoconfiança e também a confiança das pessoas que te enxergavam atrás de um balcão sem saber quem realmente você era. Hoje, vejo que foi um período de muito aprendizado, pois lidar com o público não é uma tarefa fácil, mas pode se tornar uma tarefa prazerosa, quando você tem o suporte necessário para realizar o trabalho. E todo dia era uma informação diferente, um pedido diferente, dos mais diversos. Quem acha que é um serviço monótono, está enganado. É uma surpresa todo dia e é nesse momento que as oportunidades aparecem”, comenta.

Foi assim que surgiu a oportunidade de sair detrás do balcão de atendimento ao público para me galgar novos desafios. “Aprendi muito sobre o Beiramar Shopping e hoje consigo aplicar todo esse conhecimento do local, do conceito, do estilo do empreendimento nas ações que desenvolvo como atualmente. Foi um novo olhar para a vida. Larguei as exatas, cursava contabilidade e percebi que esse universo sempre esteve caminhando ao meu lado e foi, por meio das oportunidades do mercado de trabalho que eu pude realmente descobrir a minha vocação”, finaliza Érica.

A gerente jurídica do Beiramar Shopping, Enelita Silva, destaca que todas devem ser movidas por sonhos e desafios, em todos os aspectos da vida. “Perseverança é a chave para alcançarmos nossos objetivos. Um dia por vez, um degrau por vez, sem perder o foco de onde queremos chegar”, finaliza.

Mais Notícias

Sobre o projeto

O projeto Conexões Sociais é a chancela do Beiramar Shopping que une as ações a projetos sociais com foco na educação de crianças e jovens, com a premissa de contribuir para o desenvolvimento da cidade, com enfoque na principal veia propulsora de um futuro melhor: o coração de nossas crianças. O projeto visa congregar lojistas e parceiros para o desenvolvimento de práticas que incentivem e fomentem a participação social das comunidades, despertando a vontade de ajudar o próximo e incentivando que cada cidadão cumpra seu papel social.

Conexões Sociais Beiramar Shopping

Conheça nossa ações!

Leia Mais

Horário de funcionamento

Lojas

Seg a Sáb: 10h às 22h

Domingo: 14h às 20h

Praça de alimentação

Seg a Sáb: 10h às 22h

Domingo: 11h às 22h

Imperatriz Gourmet

Seg a Sáb: 08h às 23h

Dom e feriados: 08h às 23h

Farmácia

Todos os dias: 07h às 23h

Correios

Seg a Sáb: 10h às 19h

Lotérica

Seg a Sáb: 9h30 às 19h30

Academia F. Sherer

Seg a Sex: 6h às 23h

Sab, Dom e feriados:
9h30 às 13h30 – 17h às 20h

Bares e Restaurantes

Seg a Dom: 12h às 23h*

*Confira os horários de funcionamento na programação.

Banco Itaú

Seg a Sex: 10h às 16h